quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Revolução no inferno


Heitor Gomes

Os demônios do inferno,
pretendem fazer uma revolução.
Querem falar com Lúcifer,
o motivo dessa insurreição.

Já não agüentam mais
as injustiças que fazem com eles.
Pois na terra tudo que não presta,
dizem que vêm deles.

Se as igrejas querem dinheiro,
pregoam o perigo do demônio,
Com medo os fiéis enchem a sacola
e os pregueadores o seu patrimônio

Se a respeitável senhora,
passa a noite na farra.
É por que foi induzida,
pela entidade “lê bara”.


Se o dr Fulano de Tal,
pula a cerca com a vizinha:
Coitado: é por que se viu tentado,
por uma entidade lúciferina.


Se o homem é vagabundo
e não gosta de trabalhar.
O culpado é o capeta,
que só pensa em descansar.

E se ele for butequeiro
adorar uma manguaça.
O culpado com certeza é o diabo,
por isso ele toma cachaça.

O homem só vai à igreja,
por ter medo do capeta.
Os religiosos muito espertos
aproveitam e mordem uma gorjeta.

A verdade é que ninguém admite,
os seus atos vexatórios.
Estão sempre procurando
um pobre bode expiatório

O que falta no ser humano:
É ter mais personalidade.
Parar de culpar o diabo,
por todas as suas maldades.

“Tudo é culpa do demônio”,
aquela entidade do mal.
E com essa desculpa o homem prevarica
e chafurda no lodaçal.

Por todos estes motivos,
os demônios querem justiça
estão cansados de tanta maldade
e serem vítimas de tantas injustiças.

Por isso farão greve geral.
Até que uma atitude seja tomada.
Não querem mais ser acusado,
por qualquer coisa errada...

Admitem que não são santos,
mas o homem não fica atrás.
E se for analisar bem,
é pior que muito satanás.

O homem mata e calunia.
Por inveja do irmão.
Depois na igreja se penitencia,
ouvindo um extenso sermão.

Isto tudo é que está errado.
Os demônios querem mudar.
Que cada um pague pelo seu erro,
sem ninguém querer culpar.

Que dê a Deus o que é de Deus.
Ao homem o que é do homem.
Ao diabo o que é dele
e chega de tanto lobisomem.

2 comentários:

ALAOR TRISTANTE JÚNIOR disse...

"Amigo, não há demônio nem inferno. A tua alma ainda há de morrer mais depressa do que o teu corpo. Nada temas." - Friederich Nietzsche

ALAOR TRISTANTE JÚNIOR disse...

"Amigo, não há demônio nem inferno. A tua alma ainda há de morrer mais depressa do que o teu corpo. Nada temas." - Friederich Nietzsche